Resenha: Batom líquido matte Vamp da Dailus

2 de ago. de 2016

É, mudei o cabelo de novo... Tirei o rosa!
Saudações terráqueos! Tudo numa boa? Olha quem resolveu aparecer! Pois é, quem me segue no Snapchat (badgal_lilly) soube que eu já estou com o meu computador em perfeito estado desde o mês passado e que eu estava programando as coisas para voltar a atualizar o Não Sou Uma IT! esse mês. Então aqui estou eu! Hoje venho trazer uma resenha do tão comentado no meu instagram e snapchat batom líquido matte Vamp da Dailus.

Aff, fiquei vesga
O batom Vamp tem a cor azul puxando para o roxo e tem um acabamento bem sequinho. A embalagem é consistente com um aplicador estilo gloss, com uma haste no tamanho ideal. Os batons da Dailus são super matte, alguns tem a consistência mais líquida que a outra. O Vamp por exemplo, a consistência dele é mais grossa.
Por ele ter uma consistência muuuuito grossa e ter um efeito beeeeem seco (quando eu digo "muuuuito grossa e beeeeem seco", não estou exagerando), foi muito difícil de aplicar nos lábios. Eu não conseguia uma cobertura homogenia, quando eu aplicava o produto fazendo o típico movimento de vai-e-vem, o aplicador removia todo o batom aplicado. Sem contar que ele não durou nem uma hora na minha boca. Sem eu comer ou esfregar a língua nos lábios, ele craquelou e se esfarelou... Sim, eu só estava falando e ele puff, começou a sair.


Lilly Sincera: A marca é muito boa e a cor do batom Vamp da Dailus é perfeita! Mas não o aprovo porque assim que eu o testei pela primeira vez, achei que o batom estava fora da validade, juro! O cheiro é de batom velho, a consistência, o craquelar e esfarelar... Só percebi que se tratava da maneira que ele foi fabricado quando procurei informações na internet. Confesso que mesmo com esses problemas eu ainda o uso porque a cor é que está o mantendo no meu organizador de batons.
Li informações de que esses mesmos problemas ocorreram com outros batons da Dailus mas depois a marca melhorou os lotes. Então vamos aguardar, né?! Vai que...